Artrose do joelho

O que é

A Artrose do Joelho, também chamada de osteoartrite ou artrite do joelho refere-se a perda de cartilagem desta articulação. Pode ser causado por eventos primários (idade, história familiar, doenças reumatológicas) ou eventos secundários (traumas, infecções).

A osteoartrite é uma doenu00e7a articular degenerativa que envolve a cartilagem e muitos dos seus tecidos. Alu00e9m de danos e perda de cartilagem articular, hu00e1 remodelau00e7u00e3o u00f3ssea, formau00e7u00e3o de osteu00f3fitos, lassidu00e3o ligamentar, enfraquecimento dos mu00fasculos periarticulares e inflamau00e7u00e3o sinovial.

De acordo com a Organizau00e7u00e3o Mundial de Sau00fade, mais de 10% das pessoas com mais de 60 anos sofrem da osteoartrite em todo o mundo, sendo a doenu00e7a das articulau00e7u00f5es mais comuns nesta faixa etu00e1ria.

FATORES DE RISCO PARA TER A DOENu00c7A:

Fatores de risco importantes e imutu00e1veis su00e3o: sexo feminino e aumento da idade.

Apu00f3s os 60 anos a prevalu00eancia u00e9 9,6% dos homens e 18,0% das mulheres.

Outros fatores estu00e3o relacionados a esportes profissionais, principalmente mulheres esportistas. Uma revisu00e3o sistemu00e1tica informou que esportes especu00edficos com uma prevalu00eancia significativamente maior da osteoartrite do joelho eram futebol, corrida de longa distu00e2ncia a nu00edvel de elite, levantamento de peso e luta livre.

A obesidade, alu00e9m de ser um fator de risco individual para OA do joelho, tambu00e9m parece adicionar mais risco quando associado a ocupau00e7u00f5es que envolvem joelho, flexu00e3o e agachamento recorrentes.

Lesu00f5es meniscais e ligamentares (LCA/LCP) tambu00e9m parecem se relacionar com o desenvolvimento da doenu00e7a, independente do tratamento destas.

SINTOMAS:

Os sintomas primu00e1rios incluem dor, rigidez e limitau00e7u00e3o de movimento. A progressu00e3o da doenu00e7a geralmente u00e9 lenta, mas pode levar a falha com dor e deficiu00eancia.

Dor e rigidez, particularmente apu00f3s exercu00edcio, su00e3o os principais sintomas iniciais, resultando em consideru00e1veis impacto na capacidade de realizar atividades de vida diu00e1ria.

DIAGNu00d3STICO:

O diagnu00f3stico da doenu00e7a depende da associau00e7u00e3o de fatores: dor, limitau00e7u00e3o de movimento na articulau00e7u00e3o, aumento articular, desvio de eixo, rigidez.

O diagnu00f3stico u00e9 complementado com o exame de Raio-X, mostrando a gravidade da lesu00e3o, excepcionalmente se faz necessu00e1rio um exame de ressonu00e2ncia magnu00e9tica ou uma tomografia computadorizada.

Devemos lembrar que nem sempre alterau00e7u00f5es nos exames significam alguma doenu00e7a ou um tratamento, para isso uma avaliau00e7u00e3o com um ortopedista ou um cirurgiu00e3o do joelho su00e3o fundamentais no diagnu00f3stico e indicau00e7u00f5es terapu00eauticas.

TRATAMENTO:

O tratamento da osteoartrose depende do grau de acometimento da doenu00e7a e do grau de sintomas que o paciente apresenta.

Iniciam com medidas de mudanu00e7a de estilo de vida, focados em melhora dos movimentos auxiliados por fisioterapeutas e educadores fu00edsicos associado a perda de peso naqueles pacientes com sobrepeso ou obesidade, a perda de aproximadamente 5kg reduz o risco de desenvolver a doenu00e7a e melhora os sintomas daqueles que ju00e1 a possuem.

Junto u00e0 mudanu00e7a no estilo de vida vem os medicamentos, que devem ser prescritos por um mu00e9dico. Neste quesito estu00e3o os medicamentos analgu00e9sicos, protetores de cartilagem e injetu00e1veis. O uso indiscriminado de qualquer um destes medicamentos pode causar mais riscos que benefu00edcios, devendo sempre ter a orientau00e7u00e3o de um mu00e9dico. Vale lembrar que o uso cru00f4nico de medicamentos anti-inflamatu00f3rios esta associado principalmente com lesu00f5es renais e cardu00edacas.

As cirurgias tambu00e9m estu00e3o divididas de acordo com o grau da doenu00e7a, iniciando com cirurgias que reparam e reconstroem a cartilagem lesada, naqueles casos bem iniciais da doenu00e7a, seguindo para artroscopias com irrigau00e7u00e3o, naqueles pacientes com sintomas mecu00e2nicos, atu00e9 osteotomia que alteram o eixo do joelho para uma zona com uma cartilagem mais saudu00e1vel e artroplastias (pru00f3teses) de joelho, que seru00e3o abordados em outros tu00f3picos.

RESUMO:

A artrite ou artrose do joelho pode acometer qualquer indivu00edduo, sendo mais comum naqueles do sexo feminino e maior de 60 anos. A doenu00e7a leva progressivamente a rigidez e dor articular, com desvio no eixo do membro e limitau00e7u00f5es nas atividades diu00e1rias.

Os tratamentos variam de uma mudanu00e7a no estilo de vida, medicamentos analgu00e9sicos e condroprotetores atu00e9 cirurgias.

A melhor maneira de entender melhor sua doenu00e7a e descobrir o melhor manejo u00e9 se consultando com um especialista em cirurgia do joelho.

REFERu00caNCIAS:

  • Runhaar J, van Middelkoop M, Reijman M, et al. Prevention of knee osteoarthritis in overweight females; the first preventive randomized controlled trial in osteoarthritis, The American Journal of Medicine (2015).
  • Cross M, Smith E, Hoy D, et al. Ann Rheum Dis 2014;73:1323u20131330.
  • Dulay GS, et al., Knee pain, knee injury, knee osteoarthritis & work, Best Practice & Research Clinical Rheumatology (2015).
    Verkleij SP, Luijsterburg PA, Willemsen SP, et al. Effectiveness of diclofenac versus paracetamol in knee osteoarthritis: a randomised controlled trial in primary care.u00a0The British Journal of General Practice. 2015;65(637):e530-e537.
  • Ho-Pham LT, Lai TQ, Mai LD, et al. Prevalence of Radiographic Osteoarthritis of the Knee and Its Relationship to Self-Reported Pain. Milanese S, ed.u00a0PLoS ONE. 2014;9(4):e94563.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Localização

Atendimento e contatos

Osteoclínica
Consultório em Içara