Dicas para deixar o sedentarismo de lado

dicas para deixar o sedentarismo de lado

O sedentarismo é um hábito prejudicial para a saúde, em todas as idades. Segundo estimativas da Organização Mundial de Saúde, até 5 milhões de mortes por ano poderiam ser evitadas no mundo com o aumento da atividade física. A prática regular de exercícios melhora o condicionamento físico, auxilia na perda de peso, no controle da ansiedade e na pressão arterial. Ainda, ajuda a prevenir doenças do coração, diabetes, osteoporose e muitos outros problemas de saúde

Como escolher uma atividade física?

Primeiro é importante lembrar que todo exercício físico é benéfico e pode ser realizado como parte do trabalho, lazer, locomoção ou atividade social. Aqui é possível exercitar também a criatividade e variar modalidades. Vale lembrar que a melhor atividade física é aquela que é efetivamente feita.

Se você tem dificuldade, faça testes. Quem não gosta do ambiente de academias, pode testar exercícios ao ar livre. Esportes em grupo também são uma boa escolha para quem precisa de incentivo e companhia.

Outro item para estar atento é o seu objetivo. Se quer perder peso, algumas atividades terão melhor resultado. Conte com a ajuda de um profissional para aliar suas necessidades e orientar a prática com segurança.

Dicas para deixar o sedentarismo de lado

Agora que você já planejou novos hábitos e escolheu quais atividades realizar, chegou o novo desafio: vencer a preguiça e colocar o plano em ação. Confira algumas dicas:

  • Comece gradualmente e aumente o ritmo até chegar a 30 minutos, pelo menos 3 vezes por semana.
  • Estabeleça metas alcançáveis: não adianta planejar uma maratona no seu primeiro mês longe do sedentarismo. Isso gera frustração, além de ser um risco para a sua saúde, pois aumenta o risco de lesões.
  • Escolha um período que seja viável para a prática, como antes do trabalho ou no intervalo de almoço.
  • Como já falei anteriormente, invista em algo que você goste. Pense neste momento como algo para o seu lazer, não só como uma obrigação.
  • Experimente! A atividade física não se resume somente a academias. Há uma vasta opção de possibilidades para você!
  • Uma companhia pode ser um bom incentivo. Será muito mais divertido fazer exercício com um amigo ou familiar.
  • A caminhada pode ser um bom começo para as suas atividades. Acessível para todos, é permite também um aumento de ritmo.
  • Não se compare. Cada organismo é diferente e comparações podem desanimar.
  • Siga o seu ritmo e respeite os limites do seu corpo.
  • Tenha persistência! Manter a rotina a longo prazo pode ser desafiador, mas é recompensador. Não desista.

O que a Organização Mundial de Saúde recomenda?

Para ajudar na redução do comportamento sedentário, siga algumas orientações da OMS:

– Pessoas adultas devem praticar de 150 a 300 minutos de atividade física de intensidade moderada semanalmente. Se a atividade for de intensidade forte, a recomendação é de 75 a 150 minutos por semana.

– É importante que adultos pratiquem também atividades de fortalecimento muscular

– Pessoas idosas devem realizar atividades enfatizem o equilíbrio e a coordenação, bem como o fortalecimento muscular.

– As atividades também são recomendadas durante a gravidez e puerpério, sempre com orientação do médico.

– É essencial incentivar atividades desde a infância. A OMS recomenda que crianças e adolescentes façam, em média, 60 minutos por dia de atividade física de intensidade moderada a alta.

Clique aqui e leia as Diretrizes da OMS para atividade física e comportamento sedentário.

Leia também:

Como o sedentarismo prejudica a saúde dos seus joelhos

Como ter ossos saudáveis na terceira idade

Sobre o Dr. Bruno Pavei

O Dr. Bruno Pavei formou-se em Medicina pela Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), em Criciúma/SC. Fez residência em Ortopedia e Traumatologia pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e completou sua formação em Cirurgia do Joelho no Instituto Cohen, em São Paulo/SP.
É membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho (SBCJ). Atualmente possui consultório de Ortopedia e Traumatologia na Osteoclínica, em Criciúma-SC, conhecido como o maior centro de Ortopedia e Traumatologia do sul de Santa Catarina e faz parte do corpo clínico dos principais hospitais da região. Saiba mais clicando aqui.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Localização

Atendimento e contatos

Osteoclínica
Consultório em Içara