Joelho valgo e joelho varo: entenda a diferença

Joelho valgo e joelho varo

Você já ouviu falar sobre joelho valgo e joelho varo? São chamados assim os problemas que causam desalinhamentos nessa região do corpo. Enquanto o valgo faz com que o joelho fique voltado para dentro, o joelho varo é a condição que deixa os joelhos mais afastados mesmo quando o paciente está encostando as pernas uma na outra.

Abaixo, confira as diferenças entre cada problema e os tipos de tratamento

Joelho valgo

O joelho valgo é uma condição que faz com que os joelhos fiquem desalinhados e voltados para dentro, encostando um no outro. Por causa da posição do joelho, também é popularmente chamado de “pernas em formato de X”.

Normalmente, as crianças que nascem com essa condição corrigem o problema de forma natural ao longo do crescimento. Mas, quando o problema persiste, pode ser indicado realizar sessões de fisioterapia, que irão ajudar a fortalecer os músculos da região e a melhorar a execução dos movimentos. A cirurgia também pode ser recomendada em alguns casos. 

O fundamental nestes casos é o acompanhamento com um ortopedista desde a infância. É ele que irá fazer o diagnóstico correto e indicar o melhor tratamento para cada caso. Além disso, o profissional também irá ajudar a prevenir possíveis complicações que podem surgir, como luxação, dificuldade para caminhar e artrose.

Joelho varo

Esta condição ocorre com mais frequência em bebês e tende a se resolver nos primeiros anos de vida da criança. Assim como em qualquer problema de saúde, o ideal é procurar um ortopedista especializado para acompanhar e orientar sobre o problema.

O joelho varo faz com que as pernas fiquem mais distantes uma da outra. Na condição, os joelhos se mantêm afastados mesmo quando a pessoa consegue encostar um tornozelo no outro, e acontece quando os ossos tíbia e fêmur não estão corretamente alinhados, dando a forma diferente à linha da perna.

Pode ser causado em razão de fatores genéticos, infecção nos ossos, obesidade, intoxicação por chumbo e até ser causada pelo andar precoce da criança.

O tratamento irá variar de acordo com o grau e tipo do problema. Ele pode consistir em suplementar alguma vitamina que esteja em falta no organismo, na realização de sessões de fisioterapia ou por meio de cirurgia.

Leia também:

Tipo de pisada: entenda qual a sua

3 mitos sobre a saúde do seu joelho

Sobre o Dr. Bruno Pavei

O Dr. Bruno Pavei formou-se em Medicina pela Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), em Criciúma/SC. Fez residência em Ortopedia e Traumatologia pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e completou sua formação em Cirurgia do Joelho no Instituto Cohen, em São Paulo/SP.
É membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho (SBCJ). Atualmente possui consultório de Ortopedia e Traumatologia na Osteoclínica, em Criciúma-SC, conhecido como o maior centro de Ortopedia e Traumatologia do sul de Santa Catarina e faz parte do corpo clínico dos principais hospitais da região. Saiba mais clicando aqui.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Localização

Atendimento e contatos

Osteoclínica
Consultório em Içara