Osteoporose: como prevenir?

osteoporose

A osteoporose é uma doença comum, mas que merece atenção. A condição é caracterizada pela perda progressiva de massa óssea. Os ossos se tornam mais porosos e perdem a densidade, aumentando a facilidade de fraturas no paciente.

Segundo o Ministério da Saúde, mais de 10 milhões de brasileiros são afetados pela osteoporose. Na maioria dos casos, a doença está relacionada com o envelhecimento. Ela pode manifestar-se em ambos os sexos, mas atinge especialmente as mulheres depois da menopausa – quando ocorre a queda de produção de estrogênio.

Além da idade, existem outros fatores de risco, como o histórico familiar da doença, deficiência de produção de hormônios, alguns medicamentos e alimentação deficiente em cálcio e vitamina D, por exemplo. 

Sintomas da osteoporose

A osteoporose é uma doença silenciosa, ou seja, normalmente não apresenta sintomas. É comum que ela seja descoberta apenas após ocorrer uma fratura ao realizar algum movimento simples. A fratura pode acontecer ainda sem gerar incômodos, o que dificulta o diagnóstico. 

Quando há sintomas, alguns sinais incluem dor, perda de estatura e redução da qualidade dos ossos.

Como prevenir a osteoporose?

Confira abaixo alguns hábitos que ajudam na prevenção de osteoporose:

  • Pratique exercícios regularmente. Isso ajuda a manter seus ossos fortes.
  • Mantenha os níveis de cálcio em dia. A alimentação é uma ótima forma de prevenção, por isso busque os alimentos que forneçam a quantidade ideal.
  • Atenção para a Vitamina D, pois ela é muito importante para os ossos. A maior fonte de vitamina D é a exposição ao sol, 15 minutos ao dia, com proteção solar.
  • Reduza o consumo de álcool. Essa substância dificulta a absorção de cálcio pelo organismo, por isso seu consumo deve ser moderado.
  • Busque ajuda para parar de fumar. O tabagismo é prejudicial para a massa óssea, além de estar associada a outras doenças.

Tratamento

O diagnóstico de osteoporose é realizado com exames de imagem e densitometria óssea, além do exame físico e levantamento de dados do paciente. É importante que a doença seja diagnosticada em sua fase inicial, pois quanto mais grave for a osteoporose, menor as chances de sucesso do tratamento.

Embora seja uma condição crônica, o problema pode ser controlado com a mudança de hábitos e medicamentos. 

Leia também:

Como o sedentarismo prejudica a saúde dos seus joelhos

Sobre o Dr. Bruno Pavei

O Dr. Bruno Pavei formou-se em Medicina pela Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), em Criciúma/SC. Fez residência em Ortopedia e Traumatologia pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e completou sua formação em Cirurgia do Joelho no Instituto Cohen, em São Paulo/SP.
É membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho (SBCJ). Atualmente possui consultório de Ortopedia e Traumatologia na Osteoclínica, em Criciúma-SC, conhecido como o maior centro de Ortopedia e Traumatologia do sul de Santa Catarina e faz parte do corpo clínico dos principais hospitais da região. Saiba mais clicando aqui.

As informações disponíveis neste site possuem apenas caráter educativo e não substituem a consulta com um médico.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Localização

Atendimento e contatos

Osteoclínica
Consultório em Içara